Luz dos Olhos
Nando Reis

Ponho os meus olhos em você
Se você está
Dona dos meus olhos é você
Avião no ar
Um dia pra esses olhos sem te ver
É como chão no mar
Liga o rádio à pilha, a TV
Só pra você escutar
A nova música que eu fiz agora
Lá fora a rua vazia chora

Pois meus olhos vidram ao te ver
São dois fãs, um par
Pus nos olhos vidros para poder
Melhor te enxergar
Luz dos olhos para anoitecer
É só você se afastar
Pinta os lábios para escrever
A sua boca em minha

Que a nossa música eu fiz agora
Lá fora a lua irradia a glória
E eu te chamo, eu te peço: vem!
Diga que você me quer
Porque eu te quero também!

Passo as tardes pensando
Faço as pazes tentando
Te telefonar
Cartazes te procurando
Aeronaves seguem pousando
Sem você desembarcar

Pra eu te dar a mão nessa hora
Levar as malas pro fusca lá fora.

E eu vou guiando
Eu te espero, vem.
Siga aonde vão meus pés
Porque eu te sigo também.
E eu te amo!
E eu peço: vem!
Diga que você me quer
Que eu te quero também!

°°

Há tempos eu não tocava violão até meus dedos doerem. De fato a noite de ontem foi muito mais interessante do que eu poderia imaginar. Adorei a conversa, adorei a cerveja, os livros, tudo. De fato, uma noite sem precedentes.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s