só acontece comigo mesmo

Meu dia tinha começado muito bem. Acordei, tomei café da manhã, fui para a faculdade. Até bem na prova eu [acho que] fui – e olha que era prova de Cálculo II!

Bom, saí da faculdade e fui abastecer o fusca, pois ainda precisava ir ao banco. Cheguei ao posto e havia uma fila enorme. Não entendi o que estava acontecendo. “Revivendo os anos 90?”, eu me perguntei. Quando chegou a minha vez, chegou também a notícia: a gasolina havia acabado, mas voltaria em 10 minutos. Entre ir a outro posto ou esperar, resolvi esperar. “Ok, não vou chegar ao banco antes das 10h”.
Horas depois descobri que os navios que trazem o combustível não haviam conseguido atracar no belíssimo Porto de Vitória e estava faltando gasolina em diversos postos.

Meio de locomoção devidamente abastecido, me dirigi ao banco. Milhões de minutos de espera e, Oba!, tenho meu salário em mãos! Já estava perto da hora do almoço e então liguei para a minha amiga Marina e decidimos almoçar juntas. Ok. Cheguei muito cedo e tive que esperar. Estacionei o fusca no sol. Meu desejo de almoçar no McDonald’s foi vetado. Crise superada.
Almoçamos, colocamos as fofocas todas em dia e eu resolvi vir para casa. Já avisei que a bateria do meu celular acabou assim que encontrei a minha amiga? Pois é, acabou nessa hora.

Entrei no carro e me pus no caminho de casa. Por pouco tempo. Eu havia notado, há alguns instantes, que a manete da marcha estava meio… estranha? Pois é, quando tentei engatar a primeira para sair do sinal, a manete veio na minha mão. Juro! Quebrou!
Depois de alguns instantes decidindo se ria da situação ou tentava empurrar o carro, optei por empurrar o carro. Afinal, a sinfonia de buzinas estava já um pouco nervosa. Se as pessoas soubessem que, se buzina fizesse alguém andar, o Chacrinha seria apresentador do Teleton… (Citando o meu querido amigo Vitor Rigoni, nesse momento).

Esperaí! A bateria do meu celular tinha acabado, lembra? Pois é… deixei o carro em cima da calçada e andei até o orelhão mais próximo. “Alô? Mãe…”. Depois que minha mãe chegou, consegui ligar para o mecânico, pedir um guincho e menos de 30 minutos depois eu já estava na oficina. Acho que o meu pseudocarro passará alguns dias dormindo fora de casa, mas será por uma boa causa…

Feliz feriado de 07 de setembro para vocês.

Advertisements

3 thoughts on “só acontece comigo mesmo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s