not really…

Eu acredito que a família é composta pelas pessoas que te apoiam quando você precisa, te puxam a orelha quando necessário e que te perdoam por erros maiores e menores. A família é como um grupo de amigos que não consegue se afastar, mesmo quando morando em lugares completamente distantes. Algumas famílias são extremamente unidas. Outras nem tanto. Algumas pessoas não são amigas de suas famílias, mas têm amigos que são irmãos, pais, primos e sobrinhos.

Quando eu penso em mim e na minha família, eu percebo o quanto os odeio todos – e no quanto os amo também. Afinal, eu não sei definir melhor a relação que tenho com meus irmãos senão num conto de amor e ódio e, no fim das contas, estamos todos sempre dispostos a catar os caquinhos um dos outros e colar tudo com Super Bonder – ou mesmo Durepox se precisar.

Porque somos nós que faltamos aula quando nossas mães ficam doentes. Ou matamos trabalho quando nossas netas precisam de supervisão. Somos nós que acolhemos um irmão quando o coração está tão partido que nem sabemos como reconstrui-lo. E somos nós que defendemos nossos irmãos, ou nós que os punimos.

No entanto, existe uma coisa há muito esquecida. Não sei se em todos os lares, nem se por todas as pessoas. E essa coisa se chama respeito. E não importa o quando você goste/ame cada um – falta de respeito é sempre ruim. Enfim, o recado está dado.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s