Lollapalooza

Estava demorando para eu escrever um texto sobre minhas experiências no Lolla deste ano. Dos três dias de festival, eu estive presente em dois: sábado e domingo.

Tudo começou, ainda no ano passado, quando meu irmão [finalmente] animou de ir a um festival comigo. Então me pus a virar a noite na tentativa de comprar nossos ingressos. Ingressos comprados, o próximo passo foi, também no ano passado, comprar passagens aéreas. Consegui por um preço razoável – comprei.

Quando virou o ano, comecei a pedir que meu irmão reservasse o hotel – coisa que ele não fez. O hotel foi reservado na semana do evento. Reservei na segunda, cheguei na sexta. O hotel no qual me hospedei se chama Go Inn e fica em Jaguaré – um lugar esquisito em que não há coisa alguma, mas perto do Jockey.

Depois de uma visita à Paulista e à Augusta com amigos de Vitória e de SP na  sexta-feira, aprendi tudo sobre o transporte público de São Paulo e trens e metrôs se tornaram banalidades na minha vida. Essencial visto que a ideia era gastar pouco e ir e voltar de táxi não me pareceu ser o meio de transporte mais barato.

Bom, como todo mundo já está cansado de saber, tinha lama para tudo quanto é lado. Que fique claro: o festival ocorre a céu aberto, ou seja, se chover, vai molhar; o evento acontece no Jockey Club de São Paulo, ou seja, não há calçamento – é terra – e onde há terra molhada, há lama. Ninguém me enganou e não me senti prejudicada em momento algum. Claro que pedi, com carinho, a São Pedro que não chovesse nos dias que seguiram – e fui pacientemente ouvida e atendida.

Infelizmente, ao chegar ao evento no sábado, precisamos retirar ingressos de um rapaz – o que demorou algum tempo. Não demorou tanto tempo assim, mas também não chegamos cedo. Eu sempre prefiro fugir da multidão que chega logo no início – é meio brutal e cansativo. Como ainda havia muita lama, sentar era algo meio complicado, o que tornou o evento um pouco mais cansativo.

Ao sair do show do Franz Ferdinand para a apresentação do Queens of The Stone Age, eu me perdi do meu irmão. Depois de passar metade do show chorando (meu irmão não sabia voltar para o hotel e a bateria do meu celular estava acabando), um carioca gente boa (sim, eles existem) me socorreu e me ajudou a encontrar o meu objeto perdido.

Diferente do ano passado, os celulares funcionaram este ano. Funcionaram mal, mas funcionaram. Foi, inclusive, possível encontrar amiguinhos através do mesmo (e meu irmão também).

O domingo foi o dia que mais curti. Depois de almoçar na Paulista, fomos direto para o Lollapalooza. Lá, encontrei logo no início, o Diogo e aproveitei para assistir a um show sentada na canga, porque, né, tinha muita coisa pela frente ainda. Os melhores shows da noite e, na minha opinião, do festival, aconteceram nesse dia: The Hives, tocaram de casaca (coisa mais linda) e levantaram o público totalmente (tirando os chatos que estavam ali só marcando lugar pro Pearl Jam); Planet Hemp, que mostrou que os anos passados não tornaram as suas músicas menos atuais e nos proporcionou um mosh maravilhoso; e Pearl Jam, que finalizou o festival com categoria e ainda tocaram Better Man.

Por motivo de manutenção de linhas, a estação na qual eu pegaria o trem para retornar ao hotel estava fechada. Então tivemos que pegar um táxi para o hotel. Bom, nos livramos com facilidade de taxistas safados querendo cobrar preços exorbitantes pela corrida e chegamos sãos ao hotel.

Infelizmente, não conseguimos descansar muito porque meu voo era às 6h10 e precisamos sair ainda de madrugada. Devido a problemas meteorológicos, eu só consegui chegar em Vitória na hora do almoço, mas tudo bem. Tirei o dia de folga e comecei a vida de novo na terça-feira.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s