feminismo

Nesse momento pós-ENEM, tem acontecido uma perturbação enorme no facebook. A cada meia hora, surgem vários posts no meu feed com dizeres do tipo vai ter feminismo sim.

Sinceramente? Quer ser feminista? Seja. Quer ser machista? Seja também. Mas não precisa incomodar os outros, né? Ah! Precisa sim! Afinal, como as mulheres serão ouvidas? É preciso fazer barulho, queimar soutien e… Espera!

Vamos começar a rever isso aqui: pode ser feminista, mas não pode ser machista. Quem disse? E outra: se formos nos basear nos argumentos do movimento gay, não pode ser feminismo, porque ismo remete à doença. Vai ver é por isso que se chama feminismo e não feminidade.

Eu acho curioso dizer que o movimento feminista preza pela igualdade da mulher em relação aos homens perante a sociedade. Ora, se é para ser igual, por que não chamar o movimento de movimento pela igualdade? Nossa, Manoela, como você é machista. Sou?

Até onde eu sei, existe macho e fêmea; mulher e homem. Ah! Mas e os gays? Nascem mulher ou homem. E os trans? Nascem mulher ou homem e depois mudam, mas continuam sendo mulher ou homem – trans ou não. Se fosse para ser tudo igual mesmo, então não precisava existir os dois e nós poderíamos nos reproduzir por brotamento.

Tá. Parei com o extremismo. Na verdade, o que eu acredito é que somos diferentes e que é bom ser diferente. Eu gosto de ver uma mulher feminina na rua, eu acho lindo. Assim como eu acho lindo um homem extremamente masculino exibindo uma bela barba. Mas feminismo não tem nada a ver com isso! Não se esqueçam que nossas amigas feministas do passado queimaram soutien como forma de protesto.

Bom, sem questionar o uso ou não de roupa de baixo, porque isso é de cada um, vamos ao meu ponto: mulheres podem votar, mulheres têm acesso a ensino superior, mulheres podem ocupar qualquer posto de trabalho, mulheres têm acesso à pílula anticoncepcional no SUS, mulheres podem dirigir, mulheres podem jogar futebolFor Christ sake! O que está faltando?

E não me venham com essa de que mulheres recebem menos que homens mesmo assumindo o mesmo cargo, porque eu não conheço ninguém que passe por isso. E eu já perguntei por aí. Ainda estou em busca de casos dentro da minha realidade.

Ah! Mas a mulher anda na rua com medo de ser estuprada e o homem não. Bom, se o homem anda na rua sem medo de ser estuprado, ele está sendo idiota, porque corre o risco também. Mas o risco é menor. Eu até acho que é, mas isso não tem nada a ver com feminismo, isso está relacionado à falta de segurança na rua. É muito mais fácil subjugar uma mulher, porque ela é potencialmente menor, mais leve e mais fraca: isso se chama física, e não machismo.

Ah! Mas a mulher só tem direito a 120 dias de licença maternidade. E o homem que não tem nem um mês? Sim, eu concordo que deveria ser mais, mas, então, volto a dizer, não estamos falando de igualdade.

Tem médico querendo dar às mulheres o direito de folgas mensais devido aos incômodos da menstruação e a mulherada querendo que seja igual? Sem direito? Olha, se você já sentiu dor de cólica ao ponto de vomitar, você sabe muito bem que igualdade, nesse caso, não serve para bosta nenhuma.

E quanto à violência doméstica? Esse assunto é bem delicado. E existe. E eu moro no Espírito Santo, o estado com maior índice de violência contra a mulher. Foi colocado em teste o botão do pânico e é comum ver rodar viatura especial para lidar com Lei Maria da Penha. Mas eu não acho que se trata de direito das mulheres, estamos falando de direitos humanos. É claro, que, nesse caso, se aplica diretamente ao sexo feminino, mas saibam que existem homens que sofrem do mesmo mal  – sim, é minoria, mas existe.

E sobre homens que mexem com mulheres na rua… Olha, aprendam aceitar o elogio, sorrir e falar bom dia, porque seu dia vai melhorar muito depois de receber elogio de um desconhecido. É revigorante ouvir um você é linda, principalmente se você saiu de casa com maquiagem de ontem, sem pentear o cabelo e com a primeira camisa furada que encontrou no armário. Afinal, você é linda mesmo e é ótimo que outras pessoas percebam isso.

Advertisements

One thought on “feminismo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s