força

Quando eu ainda era uma adolescente novinha e magrela, eu fui quase atleta de GRD. Durante as competições, no momento imediatamente antes ao que alguma colega ginasta iria começar sua série, gritávamos forçaaaaaaaA. E isso era a melhor coisa de se ouvir – era sinal de que suas colegas de equipe te apoiavam.

Semana passada, eu completei um ano de casa (yay!) e semana que vem eu terei meus primeiros dez dias de férias remuneradas da vida. Nunca tirei férias, sempre continuei lecionando e isso sempre foi muito cansativo.

Depois de um ano inteiro de faculdade e 20h de trabalho semanais, acho que o descanso é merecido. Me obriguei a viajar no período, pra garantir que sejam férias, e não apenas um monte de dia em que fiz nada e só derreti no calor infernal de Vitorinha.

O problema é que resolvi fazer uma tal prova para a qual eu deveria estudar muito e ainda nem comecei. E depois vou viajar dois fins de semana seguidos. E eu nem comecei, porque a faculdade me sugou tanto no ano passado, que eu decidi parar de estudar. Tenho certeza de que é isso que está me impedindo de começar a estudar para a tal prova.

Hoje, para minha alegria, eu me senti entediada e isso quase me fez levantar pra estudar, mas acho que o tédio não era tão grande assim. Vamos ver se isso melhora nos próximos dias.

Força.

Advertisements